domingo, 11 de junho de 2017


CORREÇÃO - DINÂMICA DO RELEVO: 

01.      
Observe, na imagem, a delimitação do “cinturão do fogo” e dos limites das placas tectônicas. MUNDO: CINTURÃO DE FOGO E PLACAS TECTÔNICAS. Qual a dinâmica natural que leva à ocorrência de zonas de instabilidade nessas áreas e quais os fenômenos tectônicos que podem ocorrer nessas  regiões?

 O QUE LEVA A MOVIMENTAÇÃO DAS PLACAS TECTÔNICAS É A CORRENTE DO CONVECÇÃO DO MAGMA OU DO MANTO, OS FENÔMENOS QUE OCOREM NESTA ÁREA SÃO O TERREMOSTOS E AS ERUPÇÕES VULCANICAS.

02. Os movimentos que desencadeiam o processo interno de formação e transformação do relevo terrestre são chamados de Epirogênicos e Orogênicos, seus efeitos são sentidos diretos na superfície. Considerando a importância destes movimentos, cite as principais características:
a) Movimento Epirogênicos.
EPIROGÊNESE: É O MOVIMENTOS VERTICAIS DA CROSTA TERRESTRE, PROVOCANDO SOERGUIMENTOS E REBAIXAMENTOS DE PARTES DA LITOSFERA.
SOERGUIMENTO: MOVIMENTO LENTO E  VERTICAL PARA CIMA (POSITIVO) REALIZADO PELAS PLACAS TECTÔNICAS
SUBSIDÊNCIAMOVIMENTO LENTO E  VERTICAL PARA BAIXO (NEGATIVO) REALIZADO PELAS PLACAS TECTÔNICAS
b) Movimento Orogênico.
OROGÊNESE É UM MOVIMENTO TECTÔNICO QUE OCORRE DE FORMA HORIZONTAL, E PODE TER DUAS CONFIGURAÇÕES: CONVERGENTE, QUANDO DUAS PLACAS SE CHOCAM; E DIVERGENTE, QUANDO DUAS PLACAS SE AFASTAM. A PRIMEIRA PROVOCA O SURGIMENTO DE DOBRAMENTOS E CORDILHEIRAS E A SEGUNDA RESPONDE PELA FORMAÇÃO DAS DORSAIS (CORDILHEIRAS SUBMARINAS).
03. O nosso planeta apresenta uma estrutura que é formada a partir das camadas como a crosta, manto núcleo. Cada camada tem características que as diferenciam uma das outras. Sendo assim caracterize:
a) Crosta Continental 
CROSTA CONTINENTAL OU SIAL: É A PARTE MAIS SUPERFICIAL DA CROSTA, FORMADA POR ROCHAS A BASE DE SILÍCIO E ALUMÍNIO. APRESENTA MAIOR ESPESSURA, A QUAL VARIA DE 30 A 80 KM E É A PARTE MAIS ANTIGA DO PLANETA.
b) Crosta Oceânica
CROSTA OCEÂNICA OU SIMA:  É A PARTE MAIS INFERIOR DA CROSTA NOS FUNDOS DOS OCEANOS, FORMADA POR ROCHAS A BASE DE SILÍCIO E MAGNÉSIO. APRESENTA ESPESSURA MÉDIA DE 7,5 KM E É A PARTE MAIS RECENTE OU NOVA DA ESTRUTURA GEOLÓGICA DO PLANETA.

04. A teoria da Tectônica de Placa se baseia em duas outras teorias para respaldar a dinamicidade da Terra: a das placas tectônicas e a deriva continental. Portanto, assinale V para as alternativas verdadeiras e F para as Alternativas falsas.
(  V ) A Tectônica de Placa defende que as crostas continental e oceânica encontram-se divididas em várias e grandes partes e se encontram em movimento devido às correntes de convecção do magma.
( F  ) A Tectônica de Placa afirma que os continentes eram dinâmicos e atingiram uma estabilidade estática há cerca de 100 milhões de anos.
( F   ) Tectônica e Aquecimento Global são teorias idênticas e preveem um ciclo de aquecimento e resfriamento do planeta.
( V  ) A Tectônica de Placa afirma que as grandes cordilheiras, como os Andes e o Himalaia, são formadas pela ação de agentes endógenos.
(  F ) A Tectônica de Placa afirma que a configuração dos continentes sempre foi como é atualmentente e que as forças exógenas e endógenas começaram a atuar com a presença humana.

05. . Em relação aos tipos de rochas, analise as alternativas abaixo assinale V para as alternativas verdadeiras e F para as Alternativas falsas. 
( F ) Os depósitos de carvão e petróleo estão relacionados às rochas cristalinas.
( F ) As rochas metamórficas resultam da deposição de detritos no fundo do mar.
( F )  Todos os tipos de rochas são formadas a partir das rochas sedimentares
( V ) As rochas cristalinas apresentam depósitos ou jazidas de minerais metálicos como ouro, níquel, ferro, etc.
( V ) De acordo com a origem, as rochas são classificadas em ígneas, sedimentares e metamórficas.

06. O terremoto e tsunami em Samoa e o terremoto da ilha Indonésia de Sumatra não têm relação, apesar de terem sido registrados no 'anel de fogo' do Pacifico. Os fenômenos citados têm relação com a Tectônica de Placas e apresenta uma série de características, portanto, analise as alternativas abaixo assinale V para as alternativas verdadeiras e F para as Alternativas falsas. 
( V ) A solidificação do magma no interior da Terra, com a expansão de gases, foi responsável pelos tremores e tsunami em Samoa e Sumatra.
( V ) A teoria das Placas Tectônicas aponta que os terremotos, o vulcanismo e os dobramentos têm relação com o movimento de placas que compõem a litosfera.
( V ) O “anel de fogo” do Pacífico corresponde às áreas de maior atividade sísmica do planeta, onde estão em contato placas tectônicas responsáveis pelos terremotos e vulcanismo.
( V ) As placas tectônicas podem se movimentar de forma divergente, convergente ou transformante, provocando os abalos sísmicos como os citados no enunciado.

07. Relacione as colunas:
1. Crátons
2. Cinturões Orogênicos
3. Planalto
4. Formações montanhosas
5. Depressões
( 5 ) São áreas que possuem altitudes mais baixas em relação às regiões circunvizinhas
( 2 ) Instáveis geologicamente apresentam frequentemente terremotos, vulcões, falhas e dobramentos;
( 3  ) São estruturas antigas, que apresentam formas desgastas devido ao processo erosivo
( 1 ) Também conhecido como platô, onde há mais erosão que sedimentação;
( 4 ) Originam-se dos choque  entre duas placas convergentes;

08. A estrutura interna do planeta Terra é formada por camadas que possuem diferenciações quando consideramos sua composição química ou física. Analisando a estrutura composta por núcleo, manto e crosta, pode-se afirmar que:
a) O manto é a porção mais quente do planeta e sua temperatura se encontra acima de 3500°C.
b) As crostas continental e oceânica são as partes mais externas do planeta, sendo influenciadas apenas pelas forças exógenas, ou seja, externas.
c) Organizados da parte exterior para interior, a composição física da estrutura da Terra corresponde à sequência: litosfera - manto externo - manto interno - núcleo exterior - núcleo interior - astenosfera.
d) A movimentação dos continentes e dos fundos dos oceanos está associada às correntes de convecção do magma.
e) O grau geotérmico é a diferença de temperatura entre um ponto da crosta com relação a outro ponto da crosta, continental ou oceânica. Diminui-se o grau conforme a profundidade do local.

09. Em relação aos tipos de rochas, analise as alternativas abaixo e reescreva corretamente as que estão incorretas.
I  - As rochas sedimentares são formadas a partir de sedimentos de rochas e restos orgânicos.
II – Os depósitos de carvão e petróleo estão relacionados às rochas sedimentares.
III – A estrutura das rochas podem ser chamadas de Sedimentares e Cristalinas
IV - As rochas metamórficas sõ exemplos de rochas sedimentares;
AS ROCHAS METAMÓRFICAS É UM TIPO DE ROCHA DIFERENTE DAS SEDIMENTARES.
AS ROCHAS SEDIMENTARES SÃO FORMADOS POR RESTOS DE ROCHAS MAGMÁTICA, METAMÓRFICA E OUTRAS ROCHAS SEDIMENTARES.;

10.Sobre os vulcões, , analise as alternativas abaixo assinale V para as alternativas verdadeiras e F para as Alternativas falsas. 
( V ) A distribuição geográfica dos vulcões coincide com as áreas de falhas geológicas.
( F ) É muito comum a ocorrência do fenômeno vulcânico no interior dos continentes.
( F ) Atualmente, há vulcões ativos no Brasil, principalmente no sul do pais.
( V ) O círculo do fogo do Pacífico forma um alinhamento vulcânico  ao longo do litoral do Oceano Pacífico
( F ) Só há vulcão ativo ao longo das crosta oceânica.






































quinta-feira, 8 de junho de 2017

JAPÃO: POTÊNCIA MUNDIAL - CORREÇÃO DAS QUESTÕES

JAPÃO: POTÊNCIA MUNDIAL

1. O Japão está  entre  as  maiores  economias  do mundo e  se tornou referência na produção de eletrônicos e automóveis  no  decorrer da segunda metade do século passado, quando passou a competir com os países da Europa e estados Unidos no mercado mundial.O país apresenta ótimos indicadores socio-econômicos, apesar de a população enfrentar problemas com a falta de espaço, eventuais crises econômicas e episódios de desastres naturais.

2.Sobre o Japão responda:

a) Sua localização:

Localizado  no  extremo  oriente  da  Ásia, o Japão é composto de milhares de ilhas, em forma de arco, banhadas pelo Oceano Pacífico, separadas do continen-te pelo Mar do Japão (Mar do Leste) e pelo Mar da China Oriental.A  área  territorial  do  Japão  é  de,  aproximadamente, 378 000 km².

b) Quantas e quais são suas principais ilhas?

 Quatro  ilhas  se  destacam  em  dimensão:  Honshu,  Hokkaido,  Kyushu  e Shikoku.

c) Como é caracterizado seu relevo?

Caracteriza pela presença de cadeias montanhosas, que ocupam cerca de ¾ da superfície total do país. A montanha mais alta do Japão é o Monte.Fuji,

d) Cite as características do Monte Fuji.

Tem 3 776 m, localliza - se no centro-leste da Ilha de Honshu, próximo à baía de Suruga.
É um vulcão que teve sua última erupção em 1707 e que é considerado ativo.
Em função de sua localização estar em limites entre placas tectônicas,

3. Sobre o Japão assinale V para as alternativas verdadeiras e F para as falsas. E reescreva corretamente as que estiverem falsas.

( V )  Apresenta grande número de vulcões,  cerca de 180 deles estão em atividade, o que representaria cerca de 10% de todos os vulcões ativos do mundo.
( F  ) As poucas áreas de planície ocorrem próximo as montanhas no interior do país;
( V  )  A Planície de Kanto é a maior do país e nela está localizada a cidade de  Tóquio – uma das regiões mais densamente povoadas do planeta.

RESP.: As poucas áreas de planície ocorrem no litoral e ao longo dos vales principais rios.

4. Sobre Hidrografia do Japão assinale V para as alternativas verdadeiras e F para as falsas.

( V  ) Não apresenta rios muito extensos. Isso ocorre porque o país é formado por ilhas de tamanho relativamente pequeno. 
( V ) O  rio  mais  extenso  é  o  Shinano,  com  367 km de extensão.
( V ) O rio Shimano nasce na porção central da Ilha de Honshu, desaguando no Mar do Japão (Mar do Leste).
( V ) Uma característica comum à maioria dos rios japoneses é a presença de corredeiras.
( V ) A maior parte das nascentes dos rios japonesesse localiza em áreas de grande altitude e percorre distâncias relativamente pequenas até a foz.

5. Considerando que a hidrografia do Japão tem características próprias, cite as características do rio Kurobe.

Tem susa  nascente está localizada a 2 900 metros de altitude.
Deságua no Pacífico depois de percorrer apenas 83 km.

6. Cite as Características gerais do clima japonês.

Tem sua localização em área  subtropical  ou  temperada, 
Caracteriza  pelo  fato  de  boa  parte  de  seu  território  apresentar as quatro estações do ano bem definidas.
É influenciado por correntes marítimas e massas de ar úmido.
Sua localização no sentido norte-sul  contribue para uma diversidade climática significativa, dadas as suas dimensões territoriais pequenas.
No extremo norte do país, ocorre o clima frio, com temperatura média anual na casa dos 8ºC, sendo comum a ocorrência de nevascas.
Já na porção central prevalece o clima temperado, com verões quentes.
No centro e no sul do país, região na qual está localizada a província de Okinawa, formada por pequenas ilhas, ocorre o clima subtropical com temperatura média anual de 22ºC e precipitação em torno de 2 000 mm.

7. Em relação a influência das corrente marinhas sobre o território japonês, caracterize as duas corrente marinhas que banham o Japão.

As duas  se deslocam pela costa oriental, porém com temperaturas e direções diferentes.
A corrente quente do Japão se desloca ao longo da costa oriental no sentido sul-norte e a corrente fria Oia Sivo se desloca de norte para o sul.
O encontro dessas duas correntes confere características particulares à costa oriental do país, contribuindo para a grande proliferação de peixes, muito consumidos na dieta básica do povo japonês.

8. Cite as características gerais da vegetação japonesa.

Grande  parte  do  território  japonês,  aproximadamente  70%,  é  coberta  por  florestas.
Apresenta grandes áreas de floresta temperada, cuja principal característica é a queda das folhas durante a estação fria. Isso impede a perda de umidade vegetal nesses períodos, que correspondem aos mais secos do ano.
A floresta temperada  acompanha  bem  o  ritmo  das  estações. 
Suas  folhas  crescem  durante  a  primavera  e  o  verão  –  alterando,  ao  longo  do  outono, sua tonalidade do ocre ao laranja – e caem durante o inverno. Por isso, são classificadas como caducifólias

segunda-feira, 5 de junho de 2017

CORREÇÃO EXERCÍCIO CAPITULO 5


EXERCÍCIO CAPITULO 5

01. Cite um exemplo de como o desenvolvimento da indústria afetou outros setores da economia.
Na agropecuária: evolução das máquinas, fato que aumentou a produtividade e reduziu mão de obra Melhoramento genético das sementes usadas nos cultivos;
Desenvolvimento de novos métodos de manejos e tratamento doenças nos animais.

02. Explique Prestação de serviço.
São todas atividades desenvolvidas no setor terciário da economia, que vais desde a educação até o desenvolvimento tecnológico.

03. Qual dos setores da economia emprega o a maior número de trabalhadores e qual o seu percentual no PIB mundial?
O setor terciário ou o setor de prestação de serviços é o que mais emprega, sendo responsável por 60% do PIB mundial.

04. O que o avanço da tecnologia tem provocado no setor primário e secundário?
O desenvolvimento tecnológico tem promovido grande desemprego e a mão de obra que dispensada pela indústria, é absorvida pelo setor terciário nas atividades de transportes, comércio e turismo.

05. Cite as características industriais da Alemanha.
É o país com maior produção industrial;
O vale do RIO RENO tem maior concentração da produção industrial;
Hannover e Hamburgo são as principais cidades portuárias, as quais formam um eixo de ligação entre Berlim e as cidades ao sul de Leipzig e Dresden.
Iniciou sua industrialização após Inglaterra e França, junto aos EUA, dominavam a produção e a modernização industrial no final do século XIX;
Mesmo dividida a Alemanha ocidental se tornou a 3ª maior economia do mundo na década de 1990;
Com o fim do socialismo e sua unificação, investiu pesadamente na Ex-Alemanha Oriental, visando homogeneizar o desenvolvimento econômico e industrial em todo o país.
Em 2012, para o Banco Mundial a Alemanha tinha o quarto maior PIB do (3,3 trilhões) de dólares;
Os principais produtos são:
Os da indústria automobilística, destacando-se a Mercedes-Benz, Audi, Volkswagen, Posche e BMW;
Os dos setores de maquinas pesadas e indústria química.
O setor automobilístico é o apresenta maior peso nas exportações alemãs, haja vista que o consumo interno da Alemanha não absorve sua grande produção.
A grande dificuldade da indústria alemã é a importação de energia e recursos naturais;
Uma possível crise pode elevar o preço das commodities importadas pelo país e aumentar o preço dos produtos industrializados e com isso diminuir suas exportações.

06. O que ocorre na Alemanha com o fim do socialismo do Leste Europeu?
Com o fim do socialismo e sua unificação, investiu pesadamente na Ex-Alemanha Oriental, visando homogeneizar o desenvolvimento industrial em todo o país.

07. Cite os principais produtos da indústria alemã.
Os principais produtos são:
Os da indústria automobilística, destacando-se a Mercedes-Benz, Audi, Volkswagen, Posche e BMW;
Os dos setores de maquinas pesadas e indústria química.

08. Qual a maior dificuldade da indústria alemã?
A grande dificuldade da indústria alemã é a importação de energia e recursos naturais;

09. Quando e onde iniciou o processo de industrialização?
Na Inglaterra no século XVIII

10. O que provocou a mudança na distribuição da indústria na França?
O desenvolvimento de novas fontes energéticas (Nuclear e Termoelétrica) provocou transformações na distribuição da indústria francesa;



Resumo Capítulo 5 - Prova Bimestral


RESUMO CAPITULO 5
 A Distribuição da população foi alterada devido à movimentação da maior parte da população para as cidades onde se encontra o maior número de indústria.
O modelo industrial atualmente norteia se pela produção global, não apenas para atender um determinado mercado e sim todos os mercados, cada um com suas características próprias.
Na Europa os países que apresenta menor concentração de empregos no setor terciário são aqueles que adotaram o sistema socialista, no século passado (Albânia);
As atividades econômicas são complementares, o setor primário depende dos produtos industrializados do setor secundário e da mão de obra e tecnologia produzidas pelo setor terciário.
O desenvolvimento tecnológico tem promovido grande desemprego (DESEMPREGO ESTRUTURAL) e a mão de obra que dispensada pela indústria, é absorvida pelo setor terciário nas atividades de transportes, comércio e turismo.
Apesar de gerar o maior numero de vaga de emprego o setor terciário não o torna mais importante da economia, pois a produção se baseia em uma rede de produção que vai desde extração de matérias-primas até o consumo final dos produtos pelas pessoas, envolvendo todos os setores da economia.
DISTRIBUIÇÃO DA ATIVIDADE INDUSTRIAL
A distribuição da indústria na Europa se dá pelos fatores locacionais clássicos, os quais são:
Disponibilidade de matérias-primas, ou seja, recursos naturais;
Disponibilidade de energia;
E facilidade de transporte.
A maior concentração de pessoas, na Europa, está no centro do continente;
Esta concentração populacional ocupa uma faixa que vais desde Alemanha até o norte da Itália, passando por França, Holanda (países baixos) e Bélgica.
ALEMANHA
É o país com maior produção industrial;
O vale do RIO RENO tem maior concentração da produção industrial;
Hannover e Hamburgo são as principais cidades portuárias, as quais formam um eixo de ligação entre Berlim e as cidades ao sul de Leipzig e Dresden.
Iniciou sua industrialização após Inglaterra e França, junto aos EUA, dominavam a produção e a modernização industrial no final do século XIX;
Mesmo dividida a Alemanha ocidental se tornou a 3ª maior economia do mundo na década de 1990;
Com o fim do socialismo e sua unificação, investiu pesadamente na Ex-Alemanha Oriental, visando homogeneizar o desenvolvimento econômico e industrial em todo o país.
Em 2012, para o Banco Mundial a Alemanha tinha o quarto maior PIB do (3,3 trilhões) de dólares;
Os principais produtos são:
Os da indústria automobilística, destacando-se a Mercedes-Benz, Audi, Volkswagen, Posche e BMW;
Os dos setores de maquinas pesadas e indústria química.
O setor automobilístico é o apresenta maior peso nas exportações alemãs, haja vista que o consumo interno da Alemanha não absorve sua grande produção.
A grande dificuldade da indústria alemã é a importação de energia e recursos naturais;
Uma possível crise pode elevar o preço das commodities importadas pelo país e aumentar o preço dos produtos industrializados e com isso diminuir suas exportações.

FRANÇA
È o segundo maior PIB da Europa e o Quinto do mundo em 2012, segundo o Banco Mundial.
Iniciou seu processo de industrialização no Século XVIII, concentrado sua indústria na fronteira com a Alemanha devido à disponibilidade de carvão mineral. (Alsacia e Lorena)
O desenvolvimento de novas fontes energéticas (Nuclear e Termoelétrica) provocou transformações na distribuição da indústria francesa;
A região do entorno de paris se tornou o principal centro político, econômico, cultural e industrial do país.
A atividade industrial na França é bastante diversificada, destaca-se a indústria aeroespacial, eletrônica, automobilística (Peugeot e Renault), farmacêutica, química, mecânica, moda – alta costura –, cosméticos e perfumes.
Destaca-se ainda, as empresas ligadas a alta tecnologia, com importantes centros de pesquisas e universidades.
Os tecnopolos franceses fazem parte de uma política de desenvolvimento de área fora do entorno de paris.
Obs.: tecnopolos são de produção e de pesquisa em tecnologia de ponta, os primeiro surgiram nos EUA na década de 1950 – SILICON VALLEY OU VALE DO SILÍCIO.
INGLATERRA
Pioneira no desenvolvimento da indústria, atualmente forma com o País de Gales, Escócia, Irlanda do Norte o Reino Unido.
Embora sobre o mesmo comando e considerado um só pais, existem diferenças culturais entre estes povos.
Tem o sexto maio PIB do mundo e o terceiro da Europa com 2,4 trilhões de dólares;
Sua atividade industrial é diferente daquela que era desenvolvida nos séculos XVIII e XIX, tanto no tipo de produto quanto na distribuição espacial de sua indústria;
Os antigos centros industriais baseados na indústria têxtil, siderúrgica, ferroviária e naval, perderam sua importância devido ao esgotamento do carvão mineral e do minério de ferro.
Londres concentra a produção industrial inglesa;
Birmingham, Liverpool e Bristol, e Edimburgo na Escócia são importantes centros produtores industriais;
A siderurgia e realizada com recursos importados, transformados minimamente em sue pais de origem e processados para abastecer indústrias como a aeronáutica, a naval e automobilística.

ITÁLIA
Importante área industrial europeia está no entorno de Milão e Turim;
Além de iniciar um pouco tarde seu processo de industrialização e com limitações naturais na geração de energia, sua industrialização ficou comprometida inicialmente;
Com a geração de energia hidroelétrica a indústria italiana teve um rápido crescimento;
A indústria se concentra ao longo do vale do rio Pó, principal região geradora de energia;
O fator de concentra na região geradora de energia mais indústria, causou uma distribuição desigual na indústria italiana, sendo o Norte mais industrializado que o Sul.
Após a Segunda Guerra, o estado incentivou a implantação de indústria no sul, principalmente a petroquímica.
Devido à necessidade de importar petróleo do Oriente Médio, a região sul foi fortalecida devido a sua posição geográfica que facilita a entrada do petróleo vindo do Oriente Médio;
Fiat – FABRICA ITALIANA DE AUTOMÓVEIS TURIM – e a PIRELLI são duas importantes multinacionais italianas;

IMPORTANTES CENTROS INDUSTRIAIS ALÉM DA REGIÃO CENTRAL EUROPEIA
No entorno das cidades como Madri e Barcelona na Espanha, Varsóvia e Cracóvia, na Polônia; Bucareste, na Romênia e Kiev, Na Ucrânia, está localizados importantes centro industriais europeu.
No Leste Europeu, duas áreas indústrias se destacam:
Na fronteira entre a Rússia e Ucrânia;
No entorno de Moscou;
As indústrias que se destacam no Leste Europeu são as de base como as siderúrgicas, metalúrgicas e as que atuam no setor de energia como as petroquímicas;
A Rússia se destaca na indústria:
Aeronáutica;
Bélica, armamento;
Petroquímica.