domingo, 11 de junho de 2017


CORREÇÃO - DINÂMICA DO RELEVO: 

01.      
Observe, na imagem, a delimitação do “cinturão do fogo” e dos limites das placas tectônicas. MUNDO: CINTURÃO DE FOGO E PLACAS TECTÔNICAS. Qual a dinâmica natural que leva à ocorrência de zonas de instabilidade nessas áreas e quais os fenômenos tectônicos que podem ocorrer nessas  regiões?

 O QUE LEVA A MOVIMENTAÇÃO DAS PLACAS TECTÔNICAS É A CORRENTE DO CONVECÇÃO DO MAGMA OU DO MANTO, OS FENÔMENOS QUE OCOREM NESTA ÁREA SÃO O TERREMOSTOS E AS ERUPÇÕES VULCANICAS.

02. Os movimentos que desencadeiam o processo interno de formação e transformação do relevo terrestre são chamados de Epirogênicos e Orogênicos, seus efeitos são sentidos diretos na superfície. Considerando a importância destes movimentos, cite as principais características:
a) Movimento Epirogênicos.
EPIROGÊNESE: É O MOVIMENTOS VERTICAIS DA CROSTA TERRESTRE, PROVOCANDO SOERGUIMENTOS E REBAIXAMENTOS DE PARTES DA LITOSFERA.
SOERGUIMENTO: MOVIMENTO LENTO E  VERTICAL PARA CIMA (POSITIVO) REALIZADO PELAS PLACAS TECTÔNICAS
SUBSIDÊNCIAMOVIMENTO LENTO E  VERTICAL PARA BAIXO (NEGATIVO) REALIZADO PELAS PLACAS TECTÔNICAS
b) Movimento Orogênico.
OROGÊNESE É UM MOVIMENTO TECTÔNICO QUE OCORRE DE FORMA HORIZONTAL, E PODE TER DUAS CONFIGURAÇÕES: CONVERGENTE, QUANDO DUAS PLACAS SE CHOCAM; E DIVERGENTE, QUANDO DUAS PLACAS SE AFASTAM. A PRIMEIRA PROVOCA O SURGIMENTO DE DOBRAMENTOS E CORDILHEIRAS E A SEGUNDA RESPONDE PELA FORMAÇÃO DAS DORSAIS (CORDILHEIRAS SUBMARINAS).
03. O nosso planeta apresenta uma estrutura que é formada a partir das camadas como a crosta, manto núcleo. Cada camada tem características que as diferenciam uma das outras. Sendo assim caracterize:
a) Crosta Continental 
CROSTA CONTINENTAL OU SIAL: É A PARTE MAIS SUPERFICIAL DA CROSTA, FORMADA POR ROCHAS A BASE DE SILÍCIO E ALUMÍNIO. APRESENTA MAIOR ESPESSURA, A QUAL VARIA DE 30 A 80 KM E É A PARTE MAIS ANTIGA DO PLANETA.
b) Crosta Oceânica
CROSTA OCEÂNICA OU SIMA:  É A PARTE MAIS INFERIOR DA CROSTA NOS FUNDOS DOS OCEANOS, FORMADA POR ROCHAS A BASE DE SILÍCIO E MAGNÉSIO. APRESENTA ESPESSURA MÉDIA DE 7,5 KM E É A PARTE MAIS RECENTE OU NOVA DA ESTRUTURA GEOLÓGICA DO PLANETA.

04. A teoria da Tectônica de Placa se baseia em duas outras teorias para respaldar a dinamicidade da Terra: a das placas tectônicas e a deriva continental. Portanto, assinale V para as alternativas verdadeiras e F para as Alternativas falsas.
(  V ) A Tectônica de Placa defende que as crostas continental e oceânica encontram-se divididas em várias e grandes partes e se encontram em movimento devido às correntes de convecção do magma.
( F  ) A Tectônica de Placa afirma que os continentes eram dinâmicos e atingiram uma estabilidade estática há cerca de 100 milhões de anos.
( F   ) Tectônica e Aquecimento Global são teorias idênticas e preveem um ciclo de aquecimento e resfriamento do planeta.
( V  ) A Tectônica de Placa afirma que as grandes cordilheiras, como os Andes e o Himalaia, são formadas pela ação de agentes endógenos.
(  F ) A Tectônica de Placa afirma que a configuração dos continentes sempre foi como é atualmentente e que as forças exógenas e endógenas começaram a atuar com a presença humana.

05. . Em relação aos tipos de rochas, analise as alternativas abaixo assinale V para as alternativas verdadeiras e F para as Alternativas falsas. 
( F ) Os depósitos de carvão e petróleo estão relacionados às rochas cristalinas.
( F ) As rochas metamórficas resultam da deposição de detritos no fundo do mar.
( F )  Todos os tipos de rochas são formadas a partir das rochas sedimentares
( V ) As rochas cristalinas apresentam depósitos ou jazidas de minerais metálicos como ouro, níquel, ferro, etc.
( V ) De acordo com a origem, as rochas são classificadas em ígneas, sedimentares e metamórficas.

06. O terremoto e tsunami em Samoa e o terremoto da ilha Indonésia de Sumatra não têm relação, apesar de terem sido registrados no 'anel de fogo' do Pacifico. Os fenômenos citados têm relação com a Tectônica de Placas e apresenta uma série de características, portanto, analise as alternativas abaixo assinale V para as alternativas verdadeiras e F para as Alternativas falsas. 
( V ) A solidificação do magma no interior da Terra, com a expansão de gases, foi responsável pelos tremores e tsunami em Samoa e Sumatra.
( V ) A teoria das Placas Tectônicas aponta que os terremotos, o vulcanismo e os dobramentos têm relação com o movimento de placas que compõem a litosfera.
( V ) O “anel de fogo” do Pacífico corresponde às áreas de maior atividade sísmica do planeta, onde estão em contato placas tectônicas responsáveis pelos terremotos e vulcanismo.
( V ) As placas tectônicas podem se movimentar de forma divergente, convergente ou transformante, provocando os abalos sísmicos como os citados no enunciado.

07. Relacione as colunas:
1. Crátons
2. Cinturões Orogênicos
3. Planalto
4. Formações montanhosas
5. Depressões
( 5 ) São áreas que possuem altitudes mais baixas em relação às regiões circunvizinhas
( 2 ) Instáveis geologicamente apresentam frequentemente terremotos, vulcões, falhas e dobramentos;
( 3  ) São estruturas antigas, que apresentam formas desgastas devido ao processo erosivo
( 1 ) Também conhecido como platô, onde há mais erosão que sedimentação;
( 4 ) Originam-se dos choque  entre duas placas convergentes;

08. A estrutura interna do planeta Terra é formada por camadas que possuem diferenciações quando consideramos sua composição química ou física. Analisando a estrutura composta por núcleo, manto e crosta, pode-se afirmar que:
a) O manto é a porção mais quente do planeta e sua temperatura se encontra acima de 3500°C.
b) As crostas continental e oceânica são as partes mais externas do planeta, sendo influenciadas apenas pelas forças exógenas, ou seja, externas.
c) Organizados da parte exterior para interior, a composição física da estrutura da Terra corresponde à sequência: litosfera - manto externo - manto interno - núcleo exterior - núcleo interior - astenosfera.
d) A movimentação dos continentes e dos fundos dos oceanos está associada às correntes de convecção do magma.
e) O grau geotérmico é a diferença de temperatura entre um ponto da crosta com relação a outro ponto da crosta, continental ou oceânica. Diminui-se o grau conforme a profundidade do local.

09. Em relação aos tipos de rochas, analise as alternativas abaixo e reescreva corretamente as que estão incorretas.
I  - As rochas sedimentares são formadas a partir de sedimentos de rochas e restos orgânicos.
II – Os depósitos de carvão e petróleo estão relacionados às rochas sedimentares.
III – A estrutura das rochas podem ser chamadas de Sedimentares e Cristalinas
IV - As rochas metamórficas sõ exemplos de rochas sedimentares;
AS ROCHAS METAMÓRFICAS É UM TIPO DE ROCHA DIFERENTE DAS SEDIMENTARES.
AS ROCHAS SEDIMENTARES SÃO FORMADOS POR RESTOS DE ROCHAS MAGMÁTICA, METAMÓRFICA E OUTRAS ROCHAS SEDIMENTARES.;

10.Sobre os vulcões, , analise as alternativas abaixo assinale V para as alternativas verdadeiras e F para as Alternativas falsas. 
( V ) A distribuição geográfica dos vulcões coincide com as áreas de falhas geológicas.
( F ) É muito comum a ocorrência do fenômeno vulcânico no interior dos continentes.
( F ) Atualmente, há vulcões ativos no Brasil, principalmente no sul do pais.
( V ) O círculo do fogo do Pacífico forma um alinhamento vulcânico  ao longo do litoral do Oceano Pacífico
( F ) Só há vulcão ativo ao longo das crosta oceânica.






































segunda-feira, 5 de junho de 2017

CORREÇÃO EXERCÍCIO CAPITULO 5


EXERCÍCIO CAPITULO 5

01. Cite um exemplo de como o desenvolvimento da indústria afetou outros setores da economia.
Na agropecuária: evolução das máquinas, fato que aumentou a produtividade e reduziu mão de obra Melhoramento genético das sementes usadas nos cultivos;
Desenvolvimento de novos métodos de manejos e tratamento doenças nos animais.

02. Explique Prestação de serviço.
São todas atividades desenvolvidas no setor terciário da economia, que vais desde a educação até o desenvolvimento tecnológico.

03. Qual dos setores da economia emprega o a maior número de trabalhadores e qual o seu percentual no PIB mundial?
O setor terciário ou o setor de prestação de serviços é o que mais emprega, sendo responsável por 60% do PIB mundial.

04. O que o avanço da tecnologia tem provocado no setor primário e secundário?
O desenvolvimento tecnológico tem promovido grande desemprego e a mão de obra que dispensada pela indústria, é absorvida pelo setor terciário nas atividades de transportes, comércio e turismo.

05. Cite as características industriais da Alemanha.
É o país com maior produção industrial;
O vale do RIO RENO tem maior concentração da produção industrial;
Hannover e Hamburgo são as principais cidades portuárias, as quais formam um eixo de ligação entre Berlim e as cidades ao sul de Leipzig e Dresden.
Iniciou sua industrialização após Inglaterra e França, junto aos EUA, dominavam a produção e a modernização industrial no final do século XIX;
Mesmo dividida a Alemanha ocidental se tornou a 3ª maior economia do mundo na década de 1990;
Com o fim do socialismo e sua unificação, investiu pesadamente na Ex-Alemanha Oriental, visando homogeneizar o desenvolvimento econômico e industrial em todo o país.
Em 2012, para o Banco Mundial a Alemanha tinha o quarto maior PIB do (3,3 trilhões) de dólares;
Os principais produtos são:
Os da indústria automobilística, destacando-se a Mercedes-Benz, Audi, Volkswagen, Posche e BMW;
Os dos setores de maquinas pesadas e indústria química.
O setor automobilístico é o apresenta maior peso nas exportações alemãs, haja vista que o consumo interno da Alemanha não absorve sua grande produção.
A grande dificuldade da indústria alemã é a importação de energia e recursos naturais;
Uma possível crise pode elevar o preço das commodities importadas pelo país e aumentar o preço dos produtos industrializados e com isso diminuir suas exportações.

06. O que ocorre na Alemanha com o fim do socialismo do Leste Europeu?
Com o fim do socialismo e sua unificação, investiu pesadamente na Ex-Alemanha Oriental, visando homogeneizar o desenvolvimento industrial em todo o país.

07. Cite os principais produtos da indústria alemã.
Os principais produtos são:
Os da indústria automobilística, destacando-se a Mercedes-Benz, Audi, Volkswagen, Posche e BMW;
Os dos setores de maquinas pesadas e indústria química.

08. Qual a maior dificuldade da indústria alemã?
A grande dificuldade da indústria alemã é a importação de energia e recursos naturais;

09. Quando e onde iniciou o processo de industrialização?
Na Inglaterra no século XVIII

10. O que provocou a mudança na distribuição da indústria na França?
O desenvolvimento de novas fontes energéticas (Nuclear e Termoelétrica) provocou transformações na distribuição da indústria francesa;



Resumo Capítulo 5 - Prova Bimestral


RESUMO CAPITULO 5
 A Distribuição da população foi alterada devido à movimentação da maior parte da população para as cidades onde se encontra o maior número de indústria.
O modelo industrial atualmente norteia se pela produção global, não apenas para atender um determinado mercado e sim todos os mercados, cada um com suas características próprias.
Na Europa os países que apresenta menor concentração de empregos no setor terciário são aqueles que adotaram o sistema socialista, no século passado (Albânia);
As atividades econômicas são complementares, o setor primário depende dos produtos industrializados do setor secundário e da mão de obra e tecnologia produzidas pelo setor terciário.
O desenvolvimento tecnológico tem promovido grande desemprego (DESEMPREGO ESTRUTURAL) e a mão de obra que dispensada pela indústria, é absorvida pelo setor terciário nas atividades de transportes, comércio e turismo.
Apesar de gerar o maior numero de vaga de emprego o setor terciário não o torna mais importante da economia, pois a produção se baseia em uma rede de produção que vai desde extração de matérias-primas até o consumo final dos produtos pelas pessoas, envolvendo todos os setores da economia.
DISTRIBUIÇÃO DA ATIVIDADE INDUSTRIAL
A distribuição da indústria na Europa se dá pelos fatores locacionais clássicos, os quais são:
Disponibilidade de matérias-primas, ou seja, recursos naturais;
Disponibilidade de energia;
E facilidade de transporte.
A maior concentração de pessoas, na Europa, está no centro do continente;
Esta concentração populacional ocupa uma faixa que vais desde Alemanha até o norte da Itália, passando por França, Holanda (países baixos) e Bélgica.
ALEMANHA
É o país com maior produção industrial;
O vale do RIO RENO tem maior concentração da produção industrial;
Hannover e Hamburgo são as principais cidades portuárias, as quais formam um eixo de ligação entre Berlim e as cidades ao sul de Leipzig e Dresden.
Iniciou sua industrialização após Inglaterra e França, junto aos EUA, dominavam a produção e a modernização industrial no final do século XIX;
Mesmo dividida a Alemanha ocidental se tornou a 3ª maior economia do mundo na década de 1990;
Com o fim do socialismo e sua unificação, investiu pesadamente na Ex-Alemanha Oriental, visando homogeneizar o desenvolvimento econômico e industrial em todo o país.
Em 2012, para o Banco Mundial a Alemanha tinha o quarto maior PIB do (3,3 trilhões) de dólares;
Os principais produtos são:
Os da indústria automobilística, destacando-se a Mercedes-Benz, Audi, Volkswagen, Posche e BMW;
Os dos setores de maquinas pesadas e indústria química.
O setor automobilístico é o apresenta maior peso nas exportações alemãs, haja vista que o consumo interno da Alemanha não absorve sua grande produção.
A grande dificuldade da indústria alemã é a importação de energia e recursos naturais;
Uma possível crise pode elevar o preço das commodities importadas pelo país e aumentar o preço dos produtos industrializados e com isso diminuir suas exportações.

FRANÇA
È o segundo maior PIB da Europa e o Quinto do mundo em 2012, segundo o Banco Mundial.
Iniciou seu processo de industrialização no Século XVIII, concentrado sua indústria na fronteira com a Alemanha devido à disponibilidade de carvão mineral. (Alsacia e Lorena)
O desenvolvimento de novas fontes energéticas (Nuclear e Termoelétrica) provocou transformações na distribuição da indústria francesa;
A região do entorno de paris se tornou o principal centro político, econômico, cultural e industrial do país.
A atividade industrial na França é bastante diversificada, destaca-se a indústria aeroespacial, eletrônica, automobilística (Peugeot e Renault), farmacêutica, química, mecânica, moda – alta costura –, cosméticos e perfumes.
Destaca-se ainda, as empresas ligadas a alta tecnologia, com importantes centros de pesquisas e universidades.
Os tecnopolos franceses fazem parte de uma política de desenvolvimento de área fora do entorno de paris.
Obs.: tecnopolos são de produção e de pesquisa em tecnologia de ponta, os primeiro surgiram nos EUA na década de 1950 – SILICON VALLEY OU VALE DO SILÍCIO.
INGLATERRA
Pioneira no desenvolvimento da indústria, atualmente forma com o País de Gales, Escócia, Irlanda do Norte o Reino Unido.
Embora sobre o mesmo comando e considerado um só pais, existem diferenças culturais entre estes povos.
Tem o sexto maio PIB do mundo e o terceiro da Europa com 2,4 trilhões de dólares;
Sua atividade industrial é diferente daquela que era desenvolvida nos séculos XVIII e XIX, tanto no tipo de produto quanto na distribuição espacial de sua indústria;
Os antigos centros industriais baseados na indústria têxtil, siderúrgica, ferroviária e naval, perderam sua importância devido ao esgotamento do carvão mineral e do minério de ferro.
Londres concentra a produção industrial inglesa;
Birmingham, Liverpool e Bristol, e Edimburgo na Escócia são importantes centros produtores industriais;
A siderurgia e realizada com recursos importados, transformados minimamente em sue pais de origem e processados para abastecer indústrias como a aeronáutica, a naval e automobilística.

ITÁLIA
Importante área industrial europeia está no entorno de Milão e Turim;
Além de iniciar um pouco tarde seu processo de industrialização e com limitações naturais na geração de energia, sua industrialização ficou comprometida inicialmente;
Com a geração de energia hidroelétrica a indústria italiana teve um rápido crescimento;
A indústria se concentra ao longo do vale do rio Pó, principal região geradora de energia;
O fator de concentra na região geradora de energia mais indústria, causou uma distribuição desigual na indústria italiana, sendo o Norte mais industrializado que o Sul.
Após a Segunda Guerra, o estado incentivou a implantação de indústria no sul, principalmente a petroquímica.
Devido à necessidade de importar petróleo do Oriente Médio, a região sul foi fortalecida devido a sua posição geográfica que facilita a entrada do petróleo vindo do Oriente Médio;
Fiat – FABRICA ITALIANA DE AUTOMÓVEIS TURIM – e a PIRELLI são duas importantes multinacionais italianas;

IMPORTANTES CENTROS INDUSTRIAIS ALÉM DA REGIÃO CENTRAL EUROPEIA
No entorno das cidades como Madri e Barcelona na Espanha, Varsóvia e Cracóvia, na Polônia; Bucareste, na Romênia e Kiev, Na Ucrânia, está localizados importantes centro industriais europeu.
No Leste Europeu, duas áreas indústrias se destacam:
Na fronteira entre a Rússia e Ucrânia;
No entorno de Moscou;
As indústrias que se destacam no Leste Europeu são as de base como as siderúrgicas, metalúrgicas e as que atuam no setor de energia como as petroquímicas;
A Rússia se destaca na indústria:
Aeronáutica;
Bélica, armamento;
Petroquímica.