quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

 REGIONALIZAÇÃO MUNDIAL

REGIONALIZAÇÃO:
É dividir um determinado espaço observando nele suas características comuns, pois assim as diversas realidades são consideradas e por fim, regionalizadas.
Nosso planeta apresenta uma grande diversidade ambiental, humana, econômica, cultural, religiosa, social, entre outras e por isso para melhor ser compreendida é regionalizada.

EXEMPLOS DE CARACTERÍSTICAS COMUNS:
Países que apresentam clima tropical,
Países que falam a mesma língua,
Países que pertencem ao mesmo continente,
Países que possuem as mesmas raízes históricas,
Países que apresentam o mesmo tipo de colonização;
Países que tem o mesmo nível de desenvolvimento econômico;
Países que fazem parte do mesmo sistema político.

Há diferentes maneiras de se regionalizar o mundo e esta regionalização depende dos critérios propostos pela sociedade, isto é, dos interesses, dos objetivos ou do planejamento dos seres humanos. 

Geopolítica é o termo empregado para as estratégias e ações tomadas pelo Estado (país) em relação ao território e à sua área de influência tanto dentro quanto fora do país.

A DIVISÃO POR CONTINENTES 

Utiliza como critério a distribuição dos países pelos continentes da Terra.
Apresenta seis continentes: África, Ásia, Europa, América, Oceania e Antártica. 

EURÁSIA: É assim chamada devido ao fato de que do ponto de vista físico (geológico) a Europa e a Ásia fazem parte de um mesmo bloco continental, denominado Eurásia.

Apesar disso, apresenta diferenças relevantes do ponto de vista histórico, econômico, social e cultural, fato que contribui para serem considerados dois continentes distintos.

Alguns elementos geográficos foram usados para determinar os limites (fronteiras)  da EURÁSIA: Montes Urais, o Rio Ural, o Mar Cáspio, o Mar Negro, o Mar Mediterrâneo e a Cadeia do Cáucaso. 

CONTINENTES: são grandes extensões de terras emersas limitadas pelas águas dos mares e, oceanos. O que define os continentes é a sua grande extensão de terra (grande tamanho) em relação às ilhas, as quais apresentam extensão de terra menor que um continente. 

MOTIVOS PELOS QUAIS ESTA REGIONALIZAÇÃO NÃO É USADA ATUALMENTE:

Esta regionalização prioriza uma análise do mundo apenas por meio dos aspectos físicos. 

Hoje a geografia preocupa-se em explicar o espaço geográfico como sendo o resultado da ação humana, que transforma a natureza de acordo com seus interesses. 

A DIVISÃO HISTÓRICO-GEOGRÁFICA 

O critério usado nesta divisão é a história da expansão da colonização européia em cada continente. 

De acordo com essa classificação, existem três continentes: 
O Velho Mundo, formado pela Europa, Ásia e África (área de ocupação mais antiga);
O Novo Mundo, descoberto por Cristóvão Colombo em 1492 (formado pela América);
O Novíssimo Mundo, descoberto por James Cook em 1770 (formado pela Oceania). 

A Antártica não pode ser considerada um continente, por que não foi efetivamente ocupada pelos seres humanos.

Na Antártica, existem apenas algumas bases científicas ocupadas temporariamente por pesquisadores. Além disso, nessa divisão, o mundo foi regionalizado pelo olhar do europeu.

A DIVISÃO PELO NÍVEL DE DESENVOLVIMENTO SOCIOECONÔMICO 

Essa regionalização passou a ser utilizada após a Segunda Guerra Mundial (1939-1945), quando ficou evidente que, no mundo, havia países muito diferentes do ponto de vista econômico, social, político, científico e tecnológico. 

No pós-guerra dois países firmaram-se como superpotências mundiais: os Estados Unidos e a União Soviética. 

Eles lideraram os países que adotaram dois sistemas político-econômicos opostos.

Os Estados Unidos lideraram os países que adotaram o sistema CAPITALISTA
 
A União Soviética liderava os países que adotaram o sistema SOCIALISTA.
 
Eram chamados de superpotências porque tinham os maiores poderios militar e tecnológico da época.Inclusive grande arsenal nuclear.

CAPITALISMO: sistema econômico e social predominante na maioria dos países industrializados ou em fase de industrialização.

No capitalismo a economia baseia-se na separação entre trabalhadores livres, que dispõem apenas da força de trabalho e a vendem em troca de salário.

Capitalistas, são proprietários dos meios de produção e contratam os trabalhadores para produzir mercadorias visando à obtenção de lucros. 

SOCIALISMO: sistema político voltado para os interesses dos trabalhadores, tendo como objetivo uma sociedade onde não exista a propriedade privada dos meios de produção. 

O socialismo pretende eliminar as diferenças entre as classes sociais e planificar a economia, para obter uma distribuição racional e justa da riqueza social. 

O período após a Segunda Guerra Mundial até 1989 ficou conhecido como Ordem Bipolar ou Mundo Bipolar, assim chamado porque o mundo estava dividido entre dois polos políticos e econômicos opostos: capitalismo, liderado pelos Estados Unidos, e socialismo, liderado pela ex-União Soviética. 

A Guerra Fria também ocorreu entre o fim da segunda guerra mundial e 1989;

Foi chamada de Guerra Fria em virtude da existência de uma constante ameaça de guerra nuclear, entre Estados Unidos e União Soviética. Embora nunca tenha ocorrido a guerra, existia a possibilidade de um confronto direto entre as duas superpotências. Caso essa guerra ocorresse, afetaria todo o mundo. 

O pós-guerra também foi o período da corrida armamentista entre as duas lideranças mundiais, fato que alimentava a Guerra Fria. 

Corrida armamentista é o processo pelo qual um país busca armar-se com o intuito de proteger-se de outro. Ao mesmo tempo, um país sente-se ameaçado pelo aumento do poder militar do outro, investindo em seu aparato de defesa. Com isso, surge um círculo vicioso, no qual ambos os países se armam em decorrência da desconfiança mútua.
Ou pode ser o processo no qual um país fabrica armas, em meio a tempos de guerra, para vender e para uso próprio, porém não precisa investir necessariamente em armas, um exemplo é a corrida armamentista da guerra fria, na qual dois países, Estados Unidos e União Soviética, disputavam poder tanto em armas quanto em tecnologia diversificada, como por exemplo foguetes. Enquanto um país fabricava um foguete para chegar à Lua, o outro preparava outro foguete, melhor, para levar um homem à Lua, como ocorreu durante a guerra fria.
Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Corrida_armamentista

O ANTAGONISMO DA GUERRA FRIA:
Enquanto estavam sendo produzidas armas para destruir o mundo várias vezes, também se desenvolviam medicamentos e equipamentos que facilitavam a vida dos seres humanos. 

EXEMPLO:
O uso da radiologia para diagnosticar algumas doenças. (raios-X);
A utilização de radares em navios, aviões e na previsão do tempo;
A produção de satélites que facilitam a comunicação mundial;
A Invenção do computador – informática.
Entre outras importantes descobertas.

Apesar das duas superpotências outros países se firmaram como potências socioeconômicas após a Segunda Guerra Mundial, como a Itália, a França, o Reino Unido e o Japão. 

Assim, dentro dessa nova ordem, na década de 50 do século XX, outra regionalização passou a predominar no mundo: 

Essa regionalização durou enquanto houve a GUERRA FRIA entre os Estados Unidos (capitalistas) e a União Soviética (socialista). Oficialmente, esse período permaneceu até a queda do Muro de Berlim, em 1989.

Essa regionalização dividia o planeta em:

PRIMEIRO MUNDO: Grupo de países capitalistas desenvolvidos (ricos);
SEGUNDO MUNDO: Grupo de países socialistas ou de economia planificada (desenvolvidos e subdesenvolvidos);
TERCEIRO MUNDO: Grupo de países capitalistas subdesenvolvidos (pobres).

DINÂMICA DA ORDEM BIPOLAR: O Terceiro Mundo era uma área de interesse das duas potências. 

Se os Estados Unidos apoiassem algum governo dentro dos países do Terceiro Mundo, imediatamente a União Soviética se uniria a um grupo rival dentro do mesmo país, como foi o caso da Guerra do Vietnã (1959-1975), e em vários movimentos políticos na América Latina, na África e na Ásia. 

O TERMO TERCEIRO MUNDO, foi criado para explicar ou para designar os países que apresentavam atraso social, econômico, científico e tecnológico. Foi criado pelo pesquisador francês Alfred Sauvy na década de 50 do século XX.

Atualmente, vivemos uma nova ordem mundial Multipolar, porque tem vários países ou conjuntos de países que tem influência nas principais ações mundiais: 

Exemplo:
A União Européia, os Estados Unidos e o Japão como centros mundiais de poder político, econômico e tecnológico. 

Esses países têm-se destacado não mais pela produção de tecnologia bélica, mas pelo seu desenvolvimento científico e tecnológico, aliado à presença de grande capital. 

A divisão Norte e Sul não segue os limites da Linha do Equador. Essa divisão representa as desigualdades entre os países ricos que se localizam predominantemente no Hemisfério Norte e os países pobres, situados, em sua maioria, no Hemisfério Sul. 


PAÍSES DESENVOLVIDOS: são os que apresentam elevada industrialização e desenvolvimento técnico e científico. 

PAÍSES SUBDESENVOLVIDOS: são aqueles que possuem industrialização tardia e dependente. Esses países apresentam reduzido desenvolvimento científico, tecnológico e socioeconômico. 

AS BASES HISTÓRICAS DAS DIFERENÇAS ECONÔMICAS

Os países que têm intensificado a sua industrialização e investido em tecnologia foram denominados de PAÍSES EM DESENVOLVIMENTO OU EMERGENTES

OS PAÍSES EM DESENVOLVIMENTO OU EMERGENTES SÃO: Brasil, México, Argentina, Chile, África do Sul, índia, Malásia, China, entre outros. 

OS PAÍSES EM DESENVOLVIMENTO OU EMERGENTES, Apesar de terem alcançado um relativo crescimento econômico, não conseguiram chegar a um desenvolvimento social que permita que sejam chamados de países desenvolvidos. 

MOTIVOS QUE AJUDAM EXPLICAR O SUBDESENVOLVIMENTO NO MUNDO ATUAL:

A exploração histórica realizada pelos países ricos, não é a única as causas há outras mais profundas como as que estão listadas abaixo. 

Governos corruptos,
Má distribuição de renda,
Políticas públicas inadequadas,
Dívida externa, entre outros. 

O subdesenvolvimento é o resultado da combinação de vários fatores. 

Os países que eram dominantes e que realizaram a ocupação e a exploração de grande parte do mundo permanecem desenvolvidos, embora alguns tenham perdido poder econômico. 

Constata-se, também, que alguns países colonizados continuam subdesenvolvidos. 

É importante salientar que os países, independentemente de seu nível de desenvolvimento, nunca tiveram suas economias tão interligadas como nos dias atuais. 

AULA 8º ANO GEOGRAFIA GERAL
POSITIVO -  8º ANO, VOL 01 - PÁGINA: 2 ATÉ A 14/ COM ADAPTAÇÕES
PROFESSOR: EFESIO SALGADO








2 comentários:

  1. Por favor me ajude! Não consigo responder essa pergunta:
    Forma de divisão dos continentes que leva em consideração critérios históricos, culturais,
    econômicos e políticos?
    obrigada!
    idasmoc@yahoo.com.br

    ResponderExcluir
  2. nossa adorei esse blog, principalmente o post tem tudo explicado

    ResponderExcluir