domingo, 27 de fevereiro de 2011

ATIVIDADE 7ª SÉRIE 8º ANO – PORTAL POSITIVO





TEMA: PAÍSES DO NORTE OU DESENVOLVIDOS.

VALOR: 2,0 PONTOS 

 01. O conteúdo multimídia – Países do Norte Desenvolvidos - está relacionado com o IDH. Com base nestas informações responda:
a) O que é e para que serve o IDH?
b) Quem inventou este índice social?
c) Como ele é calculado?

02. O conteúdo multimídia – A INDUSTRIALIZAÇÃO NOS PAÍSES DESENVOLVIDOS – trata da globalização da economia mundial e dos blocos econômicos. Sobre este tema responda as questões a seguir.

a) Quais as conseqüências  provocadas pelas  transformações ocorridas com a globalização  que influenciam diretamente a vida de todos nós?
b) Cite os quatro (04) principais blocos econômicos do planeta e explique o histórico da UNIÃO EUROPÉIA e do MERCOSUL.

03. Baseado no conteúdo multimídia – DESENVOLVIMENTO E PROTECIONISMO – responda as questões abaixo:

a) Explique o que é Liberalismo, Neoliberalismo e o Fundo Monetário Internacional.

 OBS:  ESTA ATIVIDADE DEVE SER RESPONDIDA USANDO O PORTAL POSITIVO E ENTREGUE IMPRESSA AO PROFESSOR NAS SEGUINTES DATAS:

7ª SÉRIE A  DIA  03/03/2011 QUINTA - FEIRA
7ª SÉRIE B DIA   04/03/2011 SEXTA - FEIRA
7ª SÉRIE C DIA   01/03/2011 QUARTA - FEIRA


7º ANO/6ª SÉRIE - ATIVIDADE NO PORTAL POSITIVO


TEMA: A DIVERSIDADE DAS PAISAGENS BRASILEIRAS.
VALOR: 2,0 PONTOS


BRASIL CLIMA E VEGETAÇÃO:

01. Observar o mapa do Brasil e citar os tipos de clima.
02. Entre os climas observados cite as principais características do equatorial semi-úmido e do tropical semiárido. ( região onde ocorre, media de temperatura, massa de ar que influencia, índice pluviométrico, estação chuvosa entre outra.)
03. Acesse na parte relacionada a tema o mapa dos biomas do Brasil e cite-os todos.

RELEVO DO BRASIL:

01. Observe o mapa do relevo brasileiro e cite suas formas e características.
02. No atlas interativo, acesse o mapa dos complexos regionais e cite as regiões brasileiras e as características da região nordeste.
03. No mesmo atlas interativo, acesse o mapa dos domínios morfoclimáticos e:
a) Cite cada um dos tipos dos domínios morfoclimáticos.
b) Explique os domínios morfoclimáticos de mares de morros e o da caatinga.
  
HIDROGRAFIA DO BRASIL:

01. Observe o mapa da hidrografia brasileiro e cite suas bacias hidrográficas.

02. Cite as principais características das bacias hidrográficas do são Francisco ou Sanfranciscana e da bacia do Paraná. 

03. baseado no texto postado nos POSTS RELACIONADOS - As previsões climáticas para o primeiro trimestre de 2011 sob os efeitos do fenômeno LA NIÑA, responda as questões a seguir:
a)  O que é o fenômeno LA NIÑA?
b) Com base nos dados do CEPTEC quais são as previsões para o primeiro trimestre de 2011 nas regiões  Sudeste, Sul, Nordeste, Centro-Oeste e Amazônia.

OBS:  ESTA ATIVIDADE DEVE SER RESPONDIDA USANDO O PORTAL POSITIVO E ENTREGUE IMPRESSA AO PROFESSOR NAS SEGUINTES DATAS:

6ª SÉRIE A  DIA  03/03/2011 QUINTA-FEIRA
6ª SÉRIE B DIA   03/03/2011 QUINTA-FEIRA
6ª SÉRIE C DIA   02/03/2011 QUARTA-FEIRA
6ª SÉRIE D DIA   03/03/2011 QUINTA-FEIRA
6ª SÉRIE E DIA   03/03/2011 QUINTA-FEIRA

 

quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

LN CONCURSO - QUESTÕES CLIMA DO BRASIL

01. A figura abaixo serve como referência para as duas questões seguintes:



01. Com base no mapa, pode-se afirmar que o clima da região assinalada por I caracteriza-se por:

01) apresentar irregular distribuição das chuvas e por ser uma área de atuação da mTa.

02) ter grande amplitude térmica e atuação da mTa.

03) apresentar elevado índice pluviométrico no verão e por ser área de atuação da mTc.

04) ser área de convergência dos ventos alísios e pela atuação da mEc e da mEa.

05) apresentar estações definidas,temperaturas elevadas no verão e ser área de atuação da mPa.


02. As formações vegetais da região assinalada por II são:

01) hidrófilas, perenes e latifoliadas .

02) xerófilas, heterogêneas e em forma de andares.

03) mesófilas, aciculifoliadas e homogêneas.

04) halófilas, perenes e arbóreas.

05) tropófilas, herbáceas e arbustivas.

03. Considerando que as massas de ar se constituem em um importante fator no condicionamento climática do Brasil, examine a descrição abaixo.

"[...] essa massa se forma sobre o continente aquecido onde dominam as calmas e ventos fracos do regime depressionário, sobretudo no verão. Nesta época, o continente é um centro quente para o qual afluem do norte e leste os ventos oceânicos [...] por se tratar de massa constituída de ventos oceânicos, e sujeita a freqüente condensação, a umidade relativa é elevada, sendo característica as precipitações abundantes".(NIMER, E. "Climatologia do Brasil", 2. ed. Rio de Janeiro: IBGE, 1989, p. 10, adaptado) .Assinale a alternativa que identifica a massa de ar descrita no texto acima:

a) Massa Polar Atlântica.

b) Massa Tropical Continental.

c) Massa Equatorial Continental.

d) Massa Tropical Atlântica.


04. As grandes metrópoles, como São Paulo, apresentam uma grande densificação de construções urbanas de concreto, tijolo, cimento e asfalto que se concentram especialmente na sua área central e tornam-se mais esparsas, de modo geral, na sua periferia. Tal distribuição do equipamento urbano reflete-se na distribuição das temperaturas, que são maiores na parte central e sucessivamente menores em direção à periferia, correspondendo ao fenômeno denominado

a) Ilha-de-calor.

b) Efeito-estufa.

c) Inversão térmica.

d)Frente Fria.


05. Assinale a alternativa correta sobre a dinâmica de massas de ar no Brasil.


a) A massa equatorial atlântica origina-se no Atlântico Norte e influencia o clima de todo o interior do país.

 
b) A massa tropical continental origina-se na Depressão do Chaco e provoca chuvas torrenciais de inverno no litoral sul e sudeste.

c) A massa tropical atlântica originária do Atlântico Sul atua principalmente na faixa litorânea desde o nordeste até o sul do país.

d) A massa equatorial continental origina-se na Amazônia Ocidental e é uma das responsáveis pela seca do Nordeste.

e) A massa polar atlântica, originária da Antártida, tem atuação restrita ao extremo sul do país.


11. O mapa abaixo mostra as áreas de ocorrência dos principais climas do Brasil, segundo proposta de Arthur Strahler, numerados de I a V.



















Assinale a alternativa que indica corretamente dois dos principais climas do Brasil, conforme os espaços numerados no mapa.

a) I - clima subtropical úmido; II - clima tropical.

b) III - clima litorâneo úmido; IV - clima subtropical úmido.

c) II - clima alternadamente úmido e seco; V - clima tropical semi-árido.

d) I - clima equatorial úmido; IV - clima subtropical úmido.

e) III - clima alternadamente úmido e seco; V - clima subtropical úmido.



terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

CORREÇÃO 7° ANO

CORREÇÃO EXERCÍCIO

A CONSTRUÇÃO DO TERRITÓRIO BRASILEIRO; PÁG 2- 8;

EXPANSÃO E A FORMAÇÃO DAS FRONTEIRAS E LOCALIZAÇÃO DO BRASIL NO MUNDO. PÁG 10- 14;

01. EXPLIQUE:

A) TRATADO DE TORDESILHAS

FOI ASSINADO EM 1494 POR PORTUGAL E ESPANHA;

TINHA COMO PRINCIPAL OBJETIVO DIVIDIR ENTRE PORTUGAL E ESPANHA AS TERRAS DO NOVO MUNDO;

O TRATADO DE TORDESILHA TINHA COMO REFERÊNCIA UM MERIDIANO LOCALIZADO A 370 LÉGUAS NA DIREÇÃO OCIDENTAL(OESTE) DO ARQUIPÉLAGO DE CABO VERDE.

B) TRATADO DE MADRID:

FOI ASSINADO EM 1750 POR PORTUGAL E ESPANHA;

SUBSTITUI O TRATADO DE TORDESILHAS;

USOU O PRINCÍPIO DO DIREITO ROMANO – UTI POSIDETIS;

02. COMO FOI O PROCESSO DE OCUPAÇÃO DO TERRITÓRIO BRASILEIRO?

INICIOU AO LONGO DO LITORAL POR MEIO DE VILAS E POVOADOS;

NO SÉC. XVI O CULTI

ESTE DESENVOLVIMENTO FEZ SURGIR A 1ª CAPITAL DO BRASIL, SALVADOR;

O POVOAMENTO DO INTERIOR DO BRASIL SE DEU A PARTIR DO SÉC. XVII COM A CRIAÇÃO DE GADO E COM OS BANDEIRANTES.

03. QUAL O SIGNIFICADO HITÓRICO DO TERMO BANDEIRANTES?

HOMENS QUE NO PRINCÍPIO DA COLONIZAÇÃO DO BRASIL, FORAM USADOS PELOS PORTUGUESES COM O OBJETIVO DE CAPTURAR INDÍGENAS REBELDES E ESCRAVOS FUGITIVOS E POSTERIORMENTE PROCURAR METAIS PRECIOSOS.

04. QUAIS OS OBJETIVOS DAS EXPEDIÇÕES BANDEIRANTES?

ESCRAVIZAR OS ÍNDIOS E CAPTURAR ESCRAVOS FUGITIVOS;

ENCONTRAR METAIS PRECIOSOS;

05. O QUE SURGIU, NO TERRITÓRIO BRASILEIRO, DURANTE E APÓS AS EXPEDIÇÕES BANDEIRANTES?

OS BANDEIRANTES PROVOCARAM COM SUAS EXPEDIÇÕES O SURGIMENTO DAS CIDADES NO INTERIOR DO PAÍS E CONSTRUÍRAM AS PRIMEIRAS ESTRADAS.

06. O QUE OCORREU NO BRASIL COM A CHEGADA DA FAMÍLIA REAL EM 1808?

FAMÍLIA REAL PORTUGUESA - 1808(SÉCULO XIX)

ABERTURA DOS PORTOS.

AUMENTO DAS RELAÇÕES COMERCIAIS DO BRASIL COM OS PAÍSES DA EUROPA.

NO FINAL DO SÉC. XIX , HOUVE A VALORIZAÇÃO DO CULTIVO DE LAVOURAS PARA EXPORTAÇÃO:

07. QUAIS AS CONSEQUÊNCIAS PROMOVIDAS COM A ABERTURA DOS PORTOS APÓS 1808?

A ABERTURA DOS PORTOS PROVOCOU UM DESENVOLVIMENTO MUITO GRANDE A COLONIA BRASILEIRA, FAZENDO COM QUE O BRASIL SE TORNASSE O CENTRO MAIS IMPORTANTE DO IMPÉRIO PORTUGUÊS.

08. DÊ O SIGNIFICADO DAS SEGUINTES TERMOS:

A) ZONA INTERTROPICAL

ZONA INTERTROPICAL: ZONA TÉRMICA DO NOSSO PLANETA LOCALIZADA ENTRE OS TRÓPICOS DE CÂNCER E O DE CAPRICÓRNIO.

B) CENTRO ORIENTAL

CENTRO ORIENTAL: PARTE DE UMA REGIÃO LOCALIZADA NO CENTRO E MAIS A LESTE DE UMA ÁREA, NO CASO DO BRASIL, ESTÁ LOCALIZADO NO CENTRO-LESTE DA AMÉRICA DO SUL.

C) RESTINGA

RESTINGA: FAIXA DE AREIA DEPOSITADA PARALELAMENTE AO LITORAL GRAÇAS AO DINAMISMO DESTRUTIVO E CONSTRUTIVO DAS ÁGUAS OCEÂNICAS, COBERTA DE PLANTAS HERBÁCEAS CARACTERÍSTICAS DA REGIÃO COSTEIRA.

D) FALÉSIA

FALÉSIA: SÃO AS FORMAS ABRUPTAS OU ESCAPADAS (MUITO INCLINADA) DO RELEVO LITORÂNEO E DE ALGUMAS REGIÕES NO INTERIOR DO CONTINENTE.

E) BAÍA;

BAÍA: REENTRÂNCIA DA COSTA, MENOR QUE UM GOLFO, PELA QUAL O OCEANO PENETRA NO CONTINENTE;

09. CITE OS PAÍSES QUE FAZEM FRONTEIRA COM O BRASIL.

AO NORTE: SURINAME, GUIANA, VENEZUELA E COLÔMBIA E UM TERRITÓRIO ULTRAMARINO FRANCÊS, A GUIANA FRANCESA;

AO SUL: URUGUAI E ARGENTINA;

A OESTE: BOLÍVIA,PERU E PARAGUAI;

10. QUAIS OS 04 HEMISFÉRIOS DO PLANETA E EM QUAIS DELES O BRASIL ESTÁ LOCALIZADO:

EM RELAÇÃO À LINHA DO EQUADOR – HEMISFÉRIO NORTE E SUL;

EM RELAÇÃO AO MERIDIANO DE GREENWICH – HEMISFÉRIO LESTE – ORIENTAL E OESTE – OCIDENTAL;

O BRASIL ESTÁ LOCALIZADO TOTALMENTE NO HEMISFÉRIO OESTE – OCIDENTAL E NO HEMISFÉRIO NORTE 7% E SUL 93%;
11. CITE OS PONTOS EXTREMOS DO BRASIL.

LESTE, PONTA DO SEIXAS (CABO BRANCO) NA PARAÍBA;
OESTE, A NASCENTE DO RIO MOA, NA SERRA DE CONTAMANA OU DO DIVISOR, NO ACRE, FRONTEIRA COM O PERU;

SUL, O ARROIO CHUÍ, NO RIO GRANDE DO SUL, FRONTEIRA COM O URUGUAI;

NORTE, A NASCENTE DO RIO AILÃ, NO MONTE CABURAÍ, EM RORAIMA, FRONTEIRA COM A GUIANA
12. CITE OS FUSOS HORÁRIOS DO BRASIL.

É UMA CONVENÇÃO INTERNACIONAL QUE ORGANIZA AS HORAS NO PLANETA E TEM COMO PONTO DE PARTIDO O MERIDIANO DE GREENWICH OU INICIAL EM LONDRES (0°), DIVIDE O GLOBO TERRESTRE EM 24 FUSOS HORÁRIOS, CADA UM DELES MEDINDO 15°.

segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

8° ANO - ROTEIRO DE QUESTÕES


PROFESSOR: EFÉSIO SALGADO.

DISCIPLNA: GEOGRAFIA.

 7ª SÉRIE / 8º ANO.

TURMA: A,B e C.

CONTEÚDO: PAÍSES DO NORTE – DESENVOLVIDOS – PÁG. 17 ATÉ 27.


01. Os países desenvolvidos estão em sua grande maioria está localizado no hemisfério norte. Cite os países que estão localizados no hemisfério sul e são considerados desenvolvidos.

02. Dê o significado de:

a) IDH; b) Transnacional; c) Patente; d) OMC;

03. Quais os motivos que fazem os países com elevado IDH; serem classificados como países desenvolvidos?

04. Por que os países desenvolvidos são altamente consumistas?

05. Em relação as suas áreas urbanas, ao crescimento demográfico e a qualidade de vida, como se apresentam os países desenvolvidos?

06. Em relação à economia como estão organizados os países desenvolvidos?

07. Qual é a idéia de desenvolvimento que o Geógrafo Josué de Castro tem sobre o desenvolvimento econômico.

08. Explique a diferença entre desenvolvimento QUALITATIVO E QUANTITATIVO.

09. Hoje, os países mais ricos usam o protecionismo econômico de forma muito intensa. Sendo o protecionismo uma prática muito negativa para o comercio internacional, explique, em detalhes, PROTECIONISMO ECONÔMICO.

10. Por que a ciência e a tecnologia são de grande importância para os países desenvolvidos?

11. Qual o principal objetivo da utilização da ciência e da tecnologia pelas grandes corporações?

12. Explique o que é indústria e qual sua principal função na economia mundial na atualidade.

13. A união Européia é o bloco econômico melhor organizado na atualidade, sendo assim responda:

a) O que é um bloco econômico;

b) Quantos são os países que formam este bloco econômico;

c) Quando iniciou a ser formado e quais suas etapas no processo de formação.

14. Explique a razão pela qual uma das características da globalização é a interdependência entre os países

15. Explique cada etapa do processo de evolução da indústria.

16. Explique como se deu a desconcentração industrial nos países desenvolvidos.

17. Quais os tipos de indústrias que se destacam na nova fase da indústria?

18. Qual a relação entre o numero de registro de patentes e o desenvolvimento econômico de um país?

19. Com a intenção de fortalecer o capitalismo, os EUA, criaram algumas instituições financeiras e um plano de reconstrução da Europa destruída pela Segunda Guerra. Sendo assim explique o que é FMI, ONU, BIRD e PLANO MARSHALL.

20. Sobre a GUERRA FRIA explique:

a) Paz Armada,

b) Corrida Espacial
c) Caça às Bruxas
d) Cortina de Ferro
e) Comecon
f) Queda do Muro de Berlim

Fontes para pesquisa sobre a GUERRA FRIA:



01. http://www.suapesquisa.com/guerrafria/


02. http://educaterra.terra.com.br/voltaire/mundo/guerra_fria6.htm


03. http://www.slideshare.net/jorgediapositivos/guerra-fria-1442829


04. www.colmagno.com.br/plus/carmem/GuerraFria2.ppt


05. www.inedi.com.br/.../20070510103517_GUERRA_FRIA.ppt


OBS: AMPLIE SUA PESQUISA SOBRE O TEMA, NÃO FIQUE RESTRITO APENAS AOS SITES INDICADOS POR ESTE PROFESSOR.

 


























































quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

7° ANO - LOCALIZAÇÃO, RELEVO E HIDROGRAFIA DO BRASIL


LOCALIZAÇÃO DO BRASIL

Brasil está localizado na área centro-oriental da América do Sul.

CENTRO – ORIENTAL: Região localizada na parte central e a leste do continente Sul Americano;

O Brasil tem a maior parte do seu território localizado no Hemisfério Sul e uma pequena parte no Hemisfério norte;

É cortado pela Linha do Equador ao Norte - Estados do Amazonas, Pará, Amapá e Roraima

É cortado pelo trópico de Capricórnio ao Sul – Estados do Mato Grosso do Sul, Paraná e são Paulo .

O BRASIL tem uma extensão territorial de 8 514 876,6 km2;

É maior o país sul-americano, o terceiro do continente americano e o quinto do mundo;

Rússia com 17075400 km² de extensão territorial é o maior do planeta;

Canadá 9 976139 km2 de extensão territorial é o segundo maior do planeta;

China 9596961 km2 de extensão territorial é o terceiro maior do planeta;

Estados Unidos 9 363 520 km2 de extensão territorial é o quarto maior do planeta;

Os países da América do Sul que faz limite e fronteira com o Brasil:

Colômbia, Suriname, Guiana, Venezuela e Colômbia, ao norte;

Um território ultramarino francês, a Guiana Francesa, ao norte

Uruguai e Argentina, ao sul;

Paraguai, Bolívia e Peru, a oeste;

Extensão do Brasil no sentido leste-oeste é 4 319,4 km;

Extensão do Brasil no sentido leste-oeste é 4 394,7 km km;

O ponto mais alto do Brasil é o Pico da Neblina, localizado na Serra Imeri, no estado de Amazonas, com 2 993 metros.

OS PONTOS EXTREMOS DO BRASIL SÃO:

A leste, Ponta do Seixas (Cabo Branco) na Paraíba;

A oeste, a nascente do Rio Moa, na Serra de Contamana ou do Divisor, no Acre, fronteira com o Peru;

Ao sul, o Arroio Chuí, no Rio Grande do Sul, fronteira com o Uruguai;

Ao norte, a nascente do Rio Ailã , no Monte Caburaí, em Roraima, fronteira com a Guiana.

O BRASIL é banhado a leste pelo Oceano Atlântico, o litoral brasileiro tem 7 367 km de extensão;

O litoral do Brasil apresenta praias, falésias, mangues, dunas, recifes, baías, restingas e várias ilhas, como Fernando de Noronha e Abrolhos.

RELEVO E HIDROGRAFIA

Classificação do Professor Jurandyr Ross baseou-se no projeto Radambrasil, que estabeleceu 28 unidades de relevo, que podem ser divididas em planaltos, planícies e depressões

O Radambrasil foi um projeto de levantamento de imagens da superfície do território brasileiro, entre os anos de1970 e 1985, por meio de um sofisticado radar instalado em um avião.

Planaltos: superfícies elevadas e aplainadas, marcadas por escarpas, onde o processo de desgaste é superior ao acúmulo de sedimentos.

Planícies: Correspondem a superfícies relativamente planas, onde a deposição de sedimentos é superior ao seu desgaste.

Depressões: É uma forma de relevo aplainado, onde podem ser encontradas baixas colinas. Elas podem ser absolutas, quando a região está abaixo do nível do mar; e relativas, quando a região fica acima do nível do mar, mas apresentam uma altitude inferior às suas áreas vizinhas.

Escarpa e uma rampa ou aclive de terrenos que aparecem nas bordas dos planaltos e serras.

O relevo brasileiro formou-se basicamente pelo processo de erosão, do transporte, da acumulação e da sedimentação.

Graças à ação dos agentes internos e externos sobre a superfície terrestre, é que temos as formas atuais de relevo.

Sedimentação é o processo de acumulação ou concentração de sedimentos (restos de animais, minerais e vegetais) que são carregados pelos agentes erosivos e depositados e compactados em uma área mais baixa.

Os agentes erosivos correspondem aqueles que fazem o desgaste da superfície terrestre, por meio de diferentes agentes, tais como: água corrente, geleiras, ventos, ondas.

Erosão eólica, quando provocada pelos ventos;

Erosão fluvial, quando ocasionada pelas águas dos rios;

Erosão glacial, quando originada pela neve;

Erosão marinha, quando provocada pelas águas do mar;

Erosão pluvial, quando é causada pelas águas das chuvas;

Erosão biológica, quando é determinada pela ação dos seres vivos.

- BACIAS HIDROGRÁFICAS BRASILEIRAS

BACIA AMAZÕNICA;

BACIA DO TOCANTINS – ARAGUAIA;

BACIA DO SÃO FRANCISCO;

BACIA DO ATLÂNTICO SUL – TRECHO NORTE /NORDESTE

BACIA DO ATLÂNTICO SUL– TRECHO LESTE

BACIA DO ATLÂNTICO SUL– TRECHO SUL/SUDESTE

BACIA DO PRATA OU PLATINA – PARAGUAI, URUGUAI E PARANÁ;

HIDROGRAFIA: É o ramo da geografia que estuda os oceanos, mares, geleiras, água do subsolo, lagos, água da atmosfera e rios.

BACIA HIDROGRAFIA: É uma área drenada ou banhada por um rio principal e seus afluentes.

RIO: É um curso de água que se mantém constante em seu fluxo , durante todas as estações do ano.

AFLUENTE: Todo rio que deságua em outro rio é chamado de afluente.

REDE HIDROGRÁFICA: É o conjunto dos rios e afluentes de uma região.

DIVISOR DE ÁGUA: É o limite que define as diferentes bacias, são as elevações no relevo (uma serra, um planalto, uma cordilheira, colinas baixas) que separam as águas pluviais que alimentam os rios.

TIPOS DE REGIME DE ABASTECIMENTO DOS RIOS:  Pluvial, Nival e Misto

Pluvial: Quando um rio é abastecido pelas águas das chuvas;

Nival: Quando um rio é abastecido pelas águas do derretimento das neves;

Misto: Quando um rio é abastecido pelas águas das chuvas e do derretimento das neves;

OS TIPOS DE DRENAGEM DOS RIOS E QUE O QUE PREVALECE NO BRASIL.

Drenagem exorréica e endorréica, o tipo de drenagem que prevalece no Brasil é a exorréica.

OS TIPOS DE ESCOAMENTO DOS RIOS:

Rio perene: É o tipo de rio que apresentam volume de água o ano todo, não seca.

Rio temporários ou intermitentes: É o tipo de rio cujos leitos secam durante certo período do ano.

Rios efêmeros: É o tipo de rio que suas águas só ocorrem em períodos de fortes chuvas, também é conhecido como torrentes.

ECLUSA: É um reservatório em forma de caixa que possibilita, por enchimento e esvaziamento, uma embarcação transpor uma diferença de nível de um rio, lago, represa, etc.

MONTANTE E JUSANTE DE UM RIO:

Montante: É qualquer parte do rio próximo à sua nascente.

Jusante: É qualquer parte do rio próximo à sua foz.

HIDROVIA: A hidrovia é uma via por onde circulam barcos, elas podem ser instaladas em rios, mares, represas e lagos.

A origem das águas dos rios brasileiros, em geral, são as águas das chuvas (regime pluvial),

O RIO  AMAZONAS: 
 é o único rio do Brasil que possui um regime misto, por receber águas provenientes do derretimento da neve e das geleiras vindas dos Andes (regime nival) e das chuvas.

A maioria dos rios brasileiros é perene;

Os rios perenes são aqueles que têm água durante todo o ano;

Entretanto, há também os rios temporários ou intermitentes, cujos leitos secam durante certo período do ano.

Os rios temporários ou intermitentes são aqueles que secam durante certo período do ano.

Os principais rios intermitentes são os do Sertão Nordestino, como Vaza-Barris, itapicuru e Salitre.

Os rios efêmeros, ou torrentes, são aqueles rios que só ocorrem em períodos de fortes chuvas.

Os rios de planalto, que são caracterizados por apresentarem consideráveis desníveis em seu curso e alto potencial para a geração de energia elétrica.

O São Francisco e o Paraná são os principais rios de planalto brasileiros que produzem energia nas diversas usinas neles instaladas.

Os rios de planície, não apresentam desníveis (cachoeira), são planos e bastante utilizados para a navegação;

Os rios Amazonas e Paraguai destacam-se como meio de transporte fluvial, largamente utilizado para a navegação, porque são predominantemente rios de planície.

A maioria dos principais rios brasileiros deságua no mar, tem drenagem exorreica.

Rio de drenagem endorreica, é aqueles que deságuam em outros rios.

O Rio Iguaçu, que deságua no Rio Paraná; e o Rio Jari, que deságua no Rio Amazonas (Pará/Amapá).

BACIA AMAZÔNICA:

É a maior bacia hidrográfica do mundo, com aproximadamente 7 000000 km2 de área;

De sua área total, cerca de 3,8 milhões de km2 encontram-se no Brasil, abrangendo os estados do Acre, Amazonas, Roraima, Rondônia, Mato Grosso, Pará e Amapá.

O rio Amazonas descarrega no Oceano Atlântico, aproximadamente 20% do total de água doce que chega aos oceanos em todo o planeta.

Ele é o responsável por 1/5 da água doce que existe no mundo.

Essa bacia funciona como uma importante via de comunicação e transporte para a população local, em virtude da inexistência de vias terrestres em toda a região.

O Amazonas é um rio de planície, porque apresenta baixa declividade em seu curso.

A largura deste rio é variável, podendo chegar a mais de 40 km.

Por ser atravessado pela Linha do Equador, esse rio apresenta afluentes nos dois hemisférios do planeta.

BACIA DO TOCANTINS - ARAGUAIA:

É a maior bacia hidrográfica inteiramente situada em território brasileiro.

Seu principal rio é o Tocantins, cuja nascente está localizada no estado de Goiás, ao norte da cidade de Brasília.

O Rio Tocantins desemboca no Delta Amazônico e é, ao mesmo tempo, um rio de planície e planalto.

Esse rio pode ser utilizado tanto para a navegação quanto para a produção de energia.

A ação humana ao longo da Bacia do Tocantins - Araguaia

Nesta bacia, foi construída a Usina Hidrelétrica de Tucuruí, na década de 70 do século XX.

A construção da usina de Tucuruí causou grande impacto ambiental na região.

Atualmente, as atividades ligadas à agropecuária e ao extrativismo mineral e vegetal têm contribuído para a degradação do ambiente local.

Nessa bacia, encontra-se também a maior ilha fluvial do mundo - a Ilha do Bananal;

Com a construção da Usina Hidrelétrica de Tucuruí, ocorreram inúmeros impactos socioambientais, como:

A redução da vazão da água nos rios,

A interrupção do transporte fluvial em alguns trechos

O remanejamento de diversas famílias que viviam em áreas que foram alagadas.

BACIA ATLÂNTICO SUL - TRECHOS NORTE E NORDESTE:

Vários rios de importância regional como Acaraú e Jaguaribe (CE), Piranhas (PB/RN), Potengi (RN), Capibaribe e Una (PE), Turiaçu, Pindaré, Grajaú, Itapecuru e Mearim (MA), e Parnaíba (PI/MA) fazem parte dessa bacia.

O Rio Parnaíba faz limite entre os estados do Piauí e Maranhão e representa uma importante hidrovia para o transporte dos produtos agrícolas da região.

Para que uma hidrovia seja implantada, devem-se verificar a capacidade viária do rio, a possibilidade de instalação de portos, a ligação com áreas economicamente importantes, a produção ou adaptação de barcos para aquelas vias específicas.

O transporte hidroviário é considerado' de baixo custo, uma vez que consome pouco combustível em relação à carga que transporta.

BACIA ATLÂNTICO SUL - TRECHO LESTE:

A Bacia do Atlântico Sul, no seu trecho leste, possui diversos rios de importância regional, como os rios Pardo (MG/BA), Jequitinhonha (BNMG), Vaza-Barris (BA e SE), Itapicuru das Contas e Paraguaçu (BA).

Vários desses rios possuem aproveitamento para a produção de energia elétrica e navegação.

Alguns deles passam próximos a importantes centros urbanos.

Esse fato contribui para a degradação de significativos trechos desses rios, porque poluentes e esgotos industriais e residenciais são constantemente lançados neles.

BACIA ATLÂNTICO SUL - TRECHOS SUDESTE E SUL:

Essa bacia é composta pelos rios Jacuí (RS), Itajaí-Açu (SC) e Ribeira do Iguape (SP), entre outros.

Esses rios têm importância econômica regional pela participação em atividades, como transporte de mercadorias, abastecimento de água e geração de energia elétrica.

No Rio Itajaí, há o interesse turístico para a prática do rafting e canoagem.

No Rio Jacuí, ocorre o transporte de mercadorias, pois ele passa por inúmeros municípios economicamente importantes do Rio Grande do Sul;

Rio Ribeira de Iguape possibilita a irrigação de áreas agrícolas, para o plantio de chá e banana.

BACIA SANFRANCISCANA OU DO SÃO FRANCISCO:

O Rio São Francisco nasce em Minas Gerais, na Serra da Canastra, atravessa os estados da Bahia, e serve de limite entre os estados de Pernambuco, Alagoas e Sergipe.

É o mais extenso rio 100% brasileiro.

O Velho Chico, como é chamado por muita gente, possui grande importância política, econômica e social para o Nordeste do país

É utilizado para irrigar importantes áreas agrícolas da região, produzir energia, além de fornecer água para os habitantes.

Ele é navegável desde Pirapora, em Minas Gerais, até a Cachoeira de Paulo Afonso, na Bahia, onde foram construídas hidrelétricas com grandes lagos e eclusas, como é o caso de Sobradinho e

Itaparica. Além disso, ele também é intensamente utilizado para o abastecimento de importantes cidades nordestinas, como Petrolina (PE) e Juazeiro (BA).

Há no país projeto de transposição ou desvio das águas do Rio São Francisco, cujo objetivo é levar água para os rios que secam em períodos de estiagem, isto é, os rios temporários. Contudo, existe uma forte resistência da sociedade e dos ambientalistas, em virtude dos impactos ambientais que esse projeto pode provocar em todo o Nordeste. Você já ouviu falar deste assunto?

BACIA PLATINA OU BACIA DO PRATA:

- É formada pelas sub-bacias dos rios Paraná, Paraguai e Uruguai;

Banha áreas do Brasil, Bolívia, Paraguai, Argentina e Uruguai;

- O Rio Paraná é formado pela junção dos rios Grande e Paranaíba e possui como principais afluentes os rios Paraguai, Tietê, Paranapanema, Ivaí e Iguaçu.

- O Rio Paraná é utilizado como limite entre o Brasil e o Paraguai, onde foi implantada a Usina Hidrelétrica Binacional de Itaipu, que é a maior do planeta;.

- A maior parte da energia produzida pela Usina de Itaipu é destinada à Região Sudeste, principal pala industrial do país.

- São as usinas de menor potencial hidrelétrico que fornecem energia para a Região Sul, como a Usina de Porto Primavera (SP), Usina de Marimbondo (entre SP e MG), Usina Hidrelétrica Dona Francisca (RS), Usina Hidrelétrica de Segredo (PR), entre outras.

Os rios da Bacia do Paraná estão localizados próximos a importantes áreas econômicas:

- Buenos Aires e Rosário, na Argentina;

- Estados de São Paulo e do Paraná, partes dos estados de Mato Grosso do Sul, Minas Gerais e Goiás, no Brasil;

- Montevidéu, no Uruguai; e Assunção, no Paraguai.

É uma bacia extremamente importante do ponto de vista econômico para a região.

Na área da Bacia do Paraná, existem inúmeras indústrias instaladas, Automobilísticas, alimentícias e de cerâmica;

Importantes centros urbanos, como São Paulo ê Curitiba;

Desenvolvidas áreas agropecuárias, como Chapecó, Cascavel, Maringá, Ribeirão Preto. São José do Rio Preto e Presidente Prudente.

Os rios dessa bacia são intensamente utilizados para o escoamento de mercadorias, além do consumo em indústrias, residências, irrigação de áreas agrícolas, entre outros;

A hidrovia, a Paraguai-Paraná é um projeto que faz a ligação fluvial entre o Porto de Cáceres, em Mato Grosso, e o Porto de Nueva Palmira, no Uruguai, aproximadamente 3 400 km de extensão.

A hidrovia Paraguai-Paraná , tem sofrido críticas e muitos obstáculos para a sua utilização, uma vez que provoca mudanças no leito dos rios e impacto sobre a fauna e a flora da região.

Do ponto de vista econômico, a construção dessa hidrovia possibilitou e facilitou o transporte de mercadorias.

A hidrovia Paraguai-Paraná: serve de elo entre os países do bloco MERCOSUL,

quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

 REGIONALIZAÇÃO MUNDIAL

REGIONALIZAÇÃO:
É dividir um determinado espaço observando nele suas características comuns, pois assim as diversas realidades são consideradas e por fim, regionalizadas.
Nosso planeta apresenta uma grande diversidade ambiental, humana, econômica, cultural, religiosa, social, entre outras e por isso para melhor ser compreendida é regionalizada.

EXEMPLOS DE CARACTERÍSTICAS COMUNS:
Países que apresentam clima tropical,
Países que falam a mesma língua,
Países que pertencem ao mesmo continente,
Países que possuem as mesmas raízes históricas,
Países que apresentam o mesmo tipo de colonização;
Países que tem o mesmo nível de desenvolvimento econômico;
Países que fazem parte do mesmo sistema político.

Há diferentes maneiras de se regionalizar o mundo e esta regionalização depende dos critérios propostos pela sociedade, isto é, dos interesses, dos objetivos ou do planejamento dos seres humanos. 

Geopolítica é o termo empregado para as estratégias e ações tomadas pelo Estado (país) em relação ao território e à sua área de influência tanto dentro quanto fora do país.

A DIVISÃO POR CONTINENTES 

Utiliza como critério a distribuição dos países pelos continentes da Terra.
Apresenta seis continentes: África, Ásia, Europa, América, Oceania e Antártica. 

EURÁSIA: É assim chamada devido ao fato de que do ponto de vista físico (geológico) a Europa e a Ásia fazem parte de um mesmo bloco continental, denominado Eurásia.

Apesar disso, apresenta diferenças relevantes do ponto de vista histórico, econômico, social e cultural, fato que contribui para serem considerados dois continentes distintos.

Alguns elementos geográficos foram usados para determinar os limites (fronteiras)  da EURÁSIA: Montes Urais, o Rio Ural, o Mar Cáspio, o Mar Negro, o Mar Mediterrâneo e a Cadeia do Cáucaso. 

CONTINENTES: são grandes extensões de terras emersas limitadas pelas águas dos mares e, oceanos. O que define os continentes é a sua grande extensão de terra (grande tamanho) em relação às ilhas, as quais apresentam extensão de terra menor que um continente. 

MOTIVOS PELOS QUAIS ESTA REGIONALIZAÇÃO NÃO É USADA ATUALMENTE:

Esta regionalização prioriza uma análise do mundo apenas por meio dos aspectos físicos. 

Hoje a geografia preocupa-se em explicar o espaço geográfico como sendo o resultado da ação humana, que transforma a natureza de acordo com seus interesses. 

A DIVISÃO HISTÓRICO-GEOGRÁFICA 

O critério usado nesta divisão é a história da expansão da colonização européia em cada continente. 

De acordo com essa classificação, existem três continentes: 
O Velho Mundo, formado pela Europa, Ásia e África (área de ocupação mais antiga);
O Novo Mundo, descoberto por Cristóvão Colombo em 1492 (formado pela América);
O Novíssimo Mundo, descoberto por James Cook em 1770 (formado pela Oceania). 

A Antártica não pode ser considerada um continente, por que não foi efetivamente ocupada pelos seres humanos.

Na Antártica, existem apenas algumas bases científicas ocupadas temporariamente por pesquisadores. Além disso, nessa divisão, o mundo foi regionalizado pelo olhar do europeu.

A DIVISÃO PELO NÍVEL DE DESENVOLVIMENTO SOCIOECONÔMICO 

Essa regionalização passou a ser utilizada após a Segunda Guerra Mundial (1939-1945), quando ficou evidente que, no mundo, havia países muito diferentes do ponto de vista econômico, social, político, científico e tecnológico. 

No pós-guerra dois países firmaram-se como superpotências mundiais: os Estados Unidos e a União Soviética. 

Eles lideraram os países que adotaram dois sistemas político-econômicos opostos.

Os Estados Unidos lideraram os países que adotaram o sistema CAPITALISTA
 
A União Soviética liderava os países que adotaram o sistema SOCIALISTA.
 
Eram chamados de superpotências porque tinham os maiores poderios militar e tecnológico da época.Inclusive grande arsenal nuclear.

CAPITALISMO: sistema econômico e social predominante na maioria dos países industrializados ou em fase de industrialização.

No capitalismo a economia baseia-se na separação entre trabalhadores livres, que dispõem apenas da força de trabalho e a vendem em troca de salário.

Capitalistas, são proprietários dos meios de produção e contratam os trabalhadores para produzir mercadorias visando à obtenção de lucros. 

SOCIALISMO: sistema político voltado para os interesses dos trabalhadores, tendo como objetivo uma sociedade onde não exista a propriedade privada dos meios de produção. 

O socialismo pretende eliminar as diferenças entre as classes sociais e planificar a economia, para obter uma distribuição racional e justa da riqueza social. 

O período após a Segunda Guerra Mundial até 1989 ficou conhecido como Ordem Bipolar ou Mundo Bipolar, assim chamado porque o mundo estava dividido entre dois polos políticos e econômicos opostos: capitalismo, liderado pelos Estados Unidos, e socialismo, liderado pela ex-União Soviética. 

A Guerra Fria também ocorreu entre o fim da segunda guerra mundial e 1989;

Foi chamada de Guerra Fria em virtude da existência de uma constante ameaça de guerra nuclear, entre Estados Unidos e União Soviética. Embora nunca tenha ocorrido a guerra, existia a possibilidade de um confronto direto entre as duas superpotências. Caso essa guerra ocorresse, afetaria todo o mundo. 

O pós-guerra também foi o período da corrida armamentista entre as duas lideranças mundiais, fato que alimentava a Guerra Fria. 

Corrida armamentista é o processo pelo qual um país busca armar-se com o intuito de proteger-se de outro. Ao mesmo tempo, um país sente-se ameaçado pelo aumento do poder militar do outro, investindo em seu aparato de defesa. Com isso, surge um círculo vicioso, no qual ambos os países se armam em decorrência da desconfiança mútua.
Ou pode ser o processo no qual um país fabrica armas, em meio a tempos de guerra, para vender e para uso próprio, porém não precisa investir necessariamente em armas, um exemplo é a corrida armamentista da guerra fria, na qual dois países, Estados Unidos e União Soviética, disputavam poder tanto em armas quanto em tecnologia diversificada, como por exemplo foguetes. Enquanto um país fabricava um foguete para chegar à Lua, o outro preparava outro foguete, melhor, para levar um homem à Lua, como ocorreu durante a guerra fria.
Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Corrida_armamentista

O ANTAGONISMO DA GUERRA FRIA:
Enquanto estavam sendo produzidas armas para destruir o mundo várias vezes, também se desenvolviam medicamentos e equipamentos que facilitavam a vida dos seres humanos. 

EXEMPLO:
O uso da radiologia para diagnosticar algumas doenças. (raios-X);
A utilização de radares em navios, aviões e na previsão do tempo;
A produção de satélites que facilitam a comunicação mundial;
A Invenção do computador – informática.
Entre outras importantes descobertas.

Apesar das duas superpotências outros países se firmaram como potências socioeconômicas após a Segunda Guerra Mundial, como a Itália, a França, o Reino Unido e o Japão. 

Assim, dentro dessa nova ordem, na década de 50 do século XX, outra regionalização passou a predominar no mundo: 

Essa regionalização durou enquanto houve a GUERRA FRIA entre os Estados Unidos (capitalistas) e a União Soviética (socialista). Oficialmente, esse período permaneceu até a queda do Muro de Berlim, em 1989.

Essa regionalização dividia o planeta em:

PRIMEIRO MUNDO: Grupo de países capitalistas desenvolvidos (ricos);
SEGUNDO MUNDO: Grupo de países socialistas ou de economia planificada (desenvolvidos e subdesenvolvidos);
TERCEIRO MUNDO: Grupo de países capitalistas subdesenvolvidos (pobres).

DINÂMICA DA ORDEM BIPOLAR: O Terceiro Mundo era uma área de interesse das duas potências. 

Se os Estados Unidos apoiassem algum governo dentro dos países do Terceiro Mundo, imediatamente a União Soviética se uniria a um grupo rival dentro do mesmo país, como foi o caso da Guerra do Vietnã (1959-1975), e em vários movimentos políticos na América Latina, na África e na Ásia. 

O TERMO TERCEIRO MUNDO, foi criado para explicar ou para designar os países que apresentavam atraso social, econômico, científico e tecnológico. Foi criado pelo pesquisador francês Alfred Sauvy na década de 50 do século XX.

Atualmente, vivemos uma nova ordem mundial Multipolar, porque tem vários países ou conjuntos de países que tem influência nas principais ações mundiais: 

Exemplo:
A União Européia, os Estados Unidos e o Japão como centros mundiais de poder político, econômico e tecnológico. 

Esses países têm-se destacado não mais pela produção de tecnologia bélica, mas pelo seu desenvolvimento científico e tecnológico, aliado à presença de grande capital. 

A divisão Norte e Sul não segue os limites da Linha do Equador. Essa divisão representa as desigualdades entre os países ricos que se localizam predominantemente no Hemisfério Norte e os países pobres, situados, em sua maioria, no Hemisfério Sul. 


PAÍSES DESENVOLVIDOS: são os que apresentam elevada industrialização e desenvolvimento técnico e científico. 

PAÍSES SUBDESENVOLVIDOS: são aqueles que possuem industrialização tardia e dependente. Esses países apresentam reduzido desenvolvimento científico, tecnológico e socioeconômico. 

AS BASES HISTÓRICAS DAS DIFERENÇAS ECONÔMICAS

Os países que têm intensificado a sua industrialização e investido em tecnologia foram denominados de PAÍSES EM DESENVOLVIMENTO OU EMERGENTES

OS PAÍSES EM DESENVOLVIMENTO OU EMERGENTES SÃO: Brasil, México, Argentina, Chile, África do Sul, índia, Malásia, China, entre outros. 

OS PAÍSES EM DESENVOLVIMENTO OU EMERGENTES, Apesar de terem alcançado um relativo crescimento econômico, não conseguiram chegar a um desenvolvimento social que permita que sejam chamados de países desenvolvidos. 

MOTIVOS QUE AJUDAM EXPLICAR O SUBDESENVOLVIMENTO NO MUNDO ATUAL:

A exploração histórica realizada pelos países ricos, não é a única as causas há outras mais profundas como as que estão listadas abaixo. 

Governos corruptos,
Má distribuição de renda,
Políticas públicas inadequadas,
Dívida externa, entre outros. 

O subdesenvolvimento é o resultado da combinação de vários fatores. 

Os países que eram dominantes e que realizaram a ocupação e a exploração de grande parte do mundo permanecem desenvolvidos, embora alguns tenham perdido poder econômico. 

Constata-se, também, que alguns países colonizados continuam subdesenvolvidos. 

É importante salientar que os países, independentemente de seu nível de desenvolvimento, nunca tiveram suas economias tão interligadas como nos dias atuais. 

AULA 8º ANO GEOGRAFIA GERAL
POSITIVO -  8º ANO, VOL 01 - PÁGINA: 2 ATÉ A 14/ COM ADAPTAÇÕES
PROFESSOR: EFESIO SALGADO